365 dias sem você

15:34


Antes de começar a ler este texto aperte o play. 


E de repente o telefone tocou, só conseguia ouvir o seu nome ecoando na minha cabeça - Adriana Carla Bertelli - foi tudo o que eu consegui escutar. Uma aflição, um medo, eu sabia o que estava acontecendo, mas custava acreditar. Já passava das duas da madrugada quando cheguei ao hospital, ainda precisei esperar alguns minutos - minutos que pareciam horas - e antes mesmo de receber a notícia, eu te vi passar, deitada naquela maca, coberta com um pano branco, indo para longe de mim, indo para sempre. Caio ao chão tentando assimilar tudo o que estava acontecendo, agarrada contra os meus joelhos, perdida em meio as lágrimas que escorriam em meu rosto. E por algum motivo, volto ao passado, como um filme que passa pela cabeça, revivendo todos os momentos. Tentando imaginar como seria e o que a vida me reservava a partir dali. Ninguém disse que seria fácil, mas eu só queria voltar. 
1 ano, 12 meses, 52 semanas, 365 dias, 8760 horas, 525600 minutos e 31536000 segundo, sem você aqui. Meu coração pulsa forte neste exato momento e num abrir e fechar de olhos, me dou conta mais uma vez e embora a vida pareça ter sido injusta, ela na verdade seguiu apenas o seu ciclo. Percebo que não há mais nenhuma possibilidade de te dizer adeus, mas sinto que em Deus te encontrarei novamente. Transformo todos os dias esse vazio em saudade e isso me faz lembrar que parte de mim ainda vive. Respeito sua ausência física e resgato os momentos vividos. Me sinto perdida em meio ao turbilhão de sentimentos. Peço a você que me guie. Sou guiada. Venço o medo e entendo o que é superação. Sinto sua presença. Sinto parte de mim mais viva e mais forte. 

Depois que você partiu e levou um pedaço de mim, muita coisa mudou. Eu só queria voltar e faria tudo para voltar, mas e se pudéssemos voltar no tempo e mudar tudo? E se? Eu deixaria tudo exatamente como foi. Precisava ser. Tinha que acontecer. Seria muito egoísmo da minha parte te querer aqui. Graças a você eu amadureci. Cresci. E me torno todos os dias uma pessoa melhor. Busco na sua ausência forças para continuar. Por isso agradeço por me preparar para tantas fragilidades e principalmente por me ensinar a aceitá-las. Obrigada também por me preparar para o mundo e por me fazer entender que o amor é a base para tudo. Obrigada por existir em minhas memórias e por nunca ter desistido de mim. 365 dias sem você me fizeram ver que ninguém morre enquanto está vivo no coração de alguém. 

Você poderá gostar de:

4 comentários

  1. Olá Adrieli!
    Sinto muito por sua perda, qualquer palavra que deixar aqui não será suficiente. Fico feliz que você tenha encontrado forças para seguir em frente, tenho certeza que sua mãe gostaria que fizesse isso.
    Infelizmente grande parte do amadurecimento vem com dor... Graças a Deus que temos Ele para nos dar forças e nos guiar.
    Um grande beijo
    Kelen Vasconcelos
    http://kelenvasconcelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kelen, tudo bem? Concordo! Infelizmente a vida nos prepara da pior maneira para o mundo, perdas são sempre difíceis... Mas Deus restaura nossos corações todos os dias.

      Beijos flor <3

      Excluir
  2. Adrieli, me partiu o coração ler o seu texto. Não imagino como deve ser a dor de perder uma mãe ou um parente muito querido. Espero que Deus continue confortando seu coração, mantendo-a viva aí dentro de você, para que vocês permaneçam juntas. Meus sentimentos a você e sua família e saiba que Ele está sempre com você, te enchendo de bençãos para que você possa se reerguer a cada dia. Força.

    Beijos,
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi fer, tudo bem? obrigado pela mensagem, é muito dificil perder alguém que tanto amamos. Mas Deus sabe de todas as coisas sempre!!

      Beijos, <3

      Excluir

* Todos os blogs serão respondidos e visitados.
* Blogs com comentários automáticos serão ignorados e terão suas "propagandas" excluídas.

Fanpage

Twitter

Siga no Google+