O Lado Feio do Amor - Ugly Love

20:26

Olá amores, tudo bem com vocês? Essa é a primeira vez em que posto uma dica de leitura aqui no blog e claro que eu não poderia deixar de falar de um dos melhores livros que já li na vida. O Lado Feio do Amor - Ugly Love. Em uma das minhas ultimas viagens a São Paulo, entrei em uma livraria para comprar um livro qualquer para matar tempo durante o voo e por um acaso o encontrei. 


A capa por si só chamou muito a minha atenção, pois, sabemos que o amor não tem só o lado bonito - aquele de borboletas no estômago, mãos tremulas e varias outras coisas que são clichê - sabemos que o lado feio existe sim, e eu sou prova viva de que já o vi, - se você ainda não viu, calma que sua hora vai chegar migo (a) - Mas qual seria o lado feio desta história?,

Com base nisso, resolvi compartilhar com vocês a primeira resenha de muitas que ainda colocarei aqui no blog e espero que vocês consigam absorver o real significado de que mesmo em meio as desilusões amorosas, a vida continua e na hora em que menos se espera, aparece alguém que faz você entender que você é perfeito para aquela pessoa te merece. O livro conta a história em dois tempos: passado e presente. Tira do seu íntimo o desejo da paixão, de amar e ser amado,  te leva ao céu e ao inferno ao mesmo tempo. 





  "Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor. O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.


O livro conta a história de um romance atípico entre Tate Collins e Miles Archer. Tudo começa quando Tate, 23 anos, formada em enfermagem, se muda para morar um tempo com seu irmão, Corbin Collins, em San Francisco. Tate é uma mulher linda e super independente, vai começar um curso de especialização na área de enfermagem e quer ficar por lá até que consiga arrumar um emprego e ter estabilidade  para morar sozinha – até porque não agüentaria conviver muito tempo  com o seu irmão super protetor -. Quando chega ao apartamento de Corbin, se depara com um bêbado caído em frente a sua porta murmurando por "Rachel" e impedindo a sua passagem.

Assustada, liga para Corbin, que a obriga a colocar aquele "estranho" para dentro de seu apartamento. Achando que seu irmão era um louco, faz o que ele pede e mais tarde se acomoda. Quando se deita, fica pensativa no porque aquele ser pedia tanto por Rachel e o que Rachel teria feito para que ele estivesse tão  mal a ponto de se embriagar daquela maneira

Miles é da mesma companhia aérea que Corbin, além de ser um dos seus melhores amigos, todos eles vivem no mesmo prédio e, ele será o mais novo vizinho de Tate.
Miles Archer é um deus grego em pessoa, podemos imaginar isso já nas primeiras páginas do livro, porém, com  o passar dos anos e os acontecimentos trágicos em sua vida, ao invés de recomeçar, se isolou em seu próprio mundo de solidão. 

  "Eu não tenho ideia sobre o que se passa pela sua cabeça. Ele nunca sorri. Ele nunca gargalha. Ele não flerta. Seu rosto parece como se ele mantivesse uma armadura entre suas expressões e o resto do mundo."

Depois da situação constrangedora entre os dois, Tate oferece uma trégua para Miles e decidem iniciar com o pé direito. Contudo, a atração entre eles foi inevitável, e logo, os dois acabam cedendo aos desejos um do outro, mas Miles propõe duas regras para que esse “relacionamento” dê certo:  
   "Seus olhos focam nos meus por algum segundos: – Não pergunte sobre o meu passado – ele diz firmemente. – E nunca espere um futuro."

Ou seja, nada de história de amor tradicional. Miles deixou muito claro para Tate que a única forma de estarem juntos seria em um relacionamento casual, sem compromisso, sem que ela tivesse que saber sobre o seu passado e, principalmente, sem que esperasse algo para o futuro com ele. Apenas sexo puro e nada mais.
Tate sabe que isso não vai acabar bem, mas mesmo assim se joga nessa relação, pois acha que isso é algo que pode lidar com facilidade, ela aceita as condições impostas por Miles, mas só para depois descobrir que passaria o resto do tempo enganando a si mesma. Seria impossível não se apaixonar por ele. Impossível não querer mais do que ele estava disposto a oferecer, de não querer dar mais do que ele estava disposto a receber.. Então ela põe na cabeça que com o tempo ela conseguirá conquista-lo e mostra a nossa verdadeira essência como mulher, pois nós carregamos dentro do nosso íntimo essa vontade de amar - é ai meu amigo, que mora o perigo -. O amor é igual um ladrão, ele não pede pra entrar e quando você percebe, já tomou conta de tudo.
O que ela não imagina é que Miles tem um passado sofrido e que esse passado o fez ser o que é hoje, impedindo-o de amar novamente. Isso mesmo, ele não consegue amar, ele não quer amar, não se acha merecedor do amor. Miles sempre deixa tudo muito claro para Tate de que o relacionamento dos dois é apenas sexo. A-p-e-n-a-s sexo, nada de sentimentos ou qualquer coisa que deixe transparecer isso.  
  "O amor nem sempre é belo, Tate. Às vezes, você passa todo o seu tempo esperando que ele será, eventualmente, algo diferente. Algo melhor. Então, antes que você se dê conta, você está de volta ao ponto de partida, e você perdeu seu coração em algum lugar pelo caminho."


Confesso que algumas vezes fiquei com raiva de Tate porque ela não conseguia dizer não, mas também consegui enxergar o meu lado Tate quando não conseguia dizer não. Todos nós temos um lado Tate. Não temos coragem de dizer não, sempre estamos disponíveis, e com Tate não era diferente. A todo o momento percebemos a indiferença de Miles com Tate, como ele a trata como se fosse apenas o seu brinquedinho sexual. Mas por se deixar levar, o que era pra ser casual acabou ficando sério para Tate, que a cada dia que passava precisava mais daquilo para poder aguentar.

Quando descobri o verdadeiro motivo por Miles não se entregar a essa paixão, fiquei sem chão. O motivo só é revelado quase no final do livro – o que passa ser mais torturante ainda – e embora seja chocante e doloroso, se pararmos para analisar não é uma boa justificativa para que ele tivesse as atitudes que teve com Tate.
Como comentei ali em cima, no inicio a história acontece em dois tempos. Passado e presente. Ora Miles no passado à 6 anos atrás, ora Tate no presente. Aparece também a narração de Rachel, ex-namorada/mulher de Miles, que no desenrolar da história mostra a verdadeira essência de recomeçar.
  
De modo geral, o livro é maravilhoso. A trama é envolvente e quanto mais lemos, mais queremos ler.  Não posso deixar de citar um dos personagens secundários que eu amei o Cap, um senhorzinho de 80 anos que trabalha no prédio, pois desde o primeiro momento que viu Tate a tratou com delicadeza e carinho.

Vale ressaltar que o livro é para maiores de 18+ devido ao seu alto teor sexual (haha brincadeira), mas sério gente! Fiquei passada, imaginamos cada cena... E neste ano de 2016, sairá um longa do livro e só de imaginar o ator Nick Bateman protagonizando as cenas... Ai ai! Segura papai hahah

Já no finalzinho do livro pude entender muitas coisas, coisas que somente o nosso íntimo é capaz de nos revelar. Mas, para que isso aconteça, é preciso se permitir e dar a chance para que a outra pessoa também possa ter essa mesma oportunidade, a de conectar-se com o seu íntimo, revelando para si o amor pelas coisas e pessoas. No final do livro temos toda a narração presente de Miles, algumas revelações importantes do passado, além de sabermos quais são os seus reais sentimentos por Tate, o que o faz mudar de ideia e ir atrás dela.  

Acreditem, o livro é incrível, emocionante e fora os momentos de insignificância com Tate, o livro é muito bom. É impressionante como o amor pode ter o seu lado feio, trazendo dor e sofrimento. Mas, o mesmo amor sabe ser bom, trazendo no momento certo, coisas boas e felicidade plena. 


  "Ela me amou de volta para vida."


Você poderá gostar de:

8 comentários

  1. Também fiquei na vontade de comprar quando vi a capa, mas já estava com uns 4 nas mãos! rsrsrs.
    Só ouvi boas resenhas sobre o livro, estou super curiosa para ler.

    =*
    Mani Piñeiro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha sei bem bem como é isso Manu, mas sério... leia! Vale muito a pena. Beijos

      Excluir
  2. Adorei este livro! Como praticamente todos da Colleen Hoover :) <3

    Blog: http://fiftyshadesofpink.blogs.sapo.pt
    Instagram: @sarafqueiros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é ótimo mesmo :) Foi o primeiro que li dela, tava olhando os outros... quero comprar tudo! hahaha

      Beijo Sarinha :*

      Excluir
  3. Esse livro parece ser muito bom mesmo! Amei!!!!

    >>> http://gilustre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adriii, vou procurar. Nunca tinha visto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. day, na internet tem baratinho pra comprar.. Da uma pesquisada antes porque você encontra muita diferença de valores de um site pro outro. Bjo :*

      Excluir

* Todos os blogs serão respondidos e visitados.
* Blogs com comentários automáticos serão ignorados e terão suas "propagandas" excluídas.

Fanpage

Twitter

Siga no Google+